Estou muito orgulhoso de falar do nosso trabalho no Re.Invent.to!.

Tudo começou assim:

sketch

Planejando as telas e o que a equipe ia fazer.

Hoje é o primeiro dia depois das 48 horas de desenvolvimento que tivemos e a Rails Rumble foi incrível. Nos conhecemos cada vez mais como equipe e também como pessoas.

Após umas boas horas de programação é necessário ser muito empolgado para seguir num bom ritmo por mais horas, acredito que a equipe também serve para dar este ânimo

Trabalhamos em 2 cidades diferentes: Eu e o Tafarel aqui em São Miguel do Oeste - SC e o Marlon e o Mitruti em Francisco Beltrão. O Wellinton Mitruti substituiu o Edson no time e teve uma excelente participacão como designer da equipe.

Conseguimos usar uma série de componentes visuais próprios e um leiaute muito mais agradável do que se nós tivessemso produzido.

Existem uma série de coisas que realmente vieram como vieram e não foram pensadas e acabaram saindo naturalmente. Foi legal que deixamos levar um pouco pela magia pois o escopo era bem definido já que a ideia veio de criarmos uma versão mais robusta e acessível do Camera Overlay. Em breve iremos integrar o camera overlay e trabalhar no mesmo padrão e com projetos distribuídos e contribuitivos.

A ideia é apresentarmos este software para ser consumido para alguns destinos profissionais específicos. Estamos pensando em começar em iniciar com o pessoal da área de tratamentos e acompanhamento de estética, sendo esta uma área que tem uma vasta utilidade como tratamentos de pele, cabelos, unhas. Academias, cirurgiões plásticos e outros espaços voltados a saúde e transformação do corpo.

Um aspecto interessante de poder usar a camera do computador é utilizar uma câmera profissional conectada ao USB. Hoje a maioria das cameras suporta acesso via USB e é possível tirar fotos de alta qualidade para os projetos. Uma possibilidade que enriquece os projetos e abre as portas para ser utilizado como uma ferramenta de trabalho profissional.

Estou muito empolgado com estas ideias e também vamos produzir uma funcionalidade ou outro projeto apartir deste para facilitar a criação de stop motion via web.

O Re.invent.to pode ser extremamente útil para reposicionamento da camera e cenário.

As primeiras 12 horas

Durante as primeiras 12 horas tivemos a maior produtividade do projeto. Iniciamos e tudo deu certo sem muitas complicações.

Decidimos umas questões como:

Conseguimos fazer o setup do server, capistrano e o setup do projeto na primeira hora. Então criamos um fluxo bem interessante de deploy e tivemos um acompanhamento contínuo e evolutivo de todas as tarefas.

Quando eram 6 horas da manhã, 9 horas após o início - já tinhamos a primeira sobreposição de camera funcional:

primeirooverlay

Também trabalhamos uma boa parte do tempo em par e em alguns momentos de maior tensão em três.

Um descanso bem merecido

Dormimos no sábado de manhã e a tarde pegamos novamente. Foi muito legal pois rendeu muito até de manhã cedo. Fui dormir as 9:50.

Pegamos das 13 as 21 e foi bem interessante a satisfação do rendimento que tivemos quanto a produção e organização da interface.

testando

Tinhamos muitos desafios que ainda não tinhamos certeza do funcionamento mas no fim o canvas foi nosso melhor amigo :D

Eu e o tafarel saímos jantar e tomar umas cervejas após uma tarde intensa de desenvolvimento.

O segundo dia

No segundo dia mantemos em mente a ideia de que tudo ia funcionar bem e então começamos a fazer testes online. Tivemos um problema de incompatibilidade com a versão do ffmpeg e não conseguimos nem mesmo usar o paperclip pois o rmagick também não funcionou 100%. Por algum motivo os argumentos da linha de comando não eram compatíveis na versão instalada no servidor. Parecia que estava faltando alguma biblioteca para lidar com o PNG ou algum detalhe neste sentido. Nos desgastamos profundamente tentando substituir os comandos que funcionavam em todas as nossas máquinas locais, porém no nosso servidor não funcionavam.

Eu estava usando o macbook e o Marlon e o Tafarel estava usando ubuntu. E as versões deles do ubuntu eram mais atualizadas. Me senti um pouco culpado pois fui eu mesmo que instalei a versão 12.04 no servidor e então perdi a oportunidade de instalar a versão 13.04 que eles estavam rodando localmente e funcionava. Baixamos e compilamos a versão mais recente do ffmpeg mas também não adiantou. Testamos outros softwares como o converter diretamente para tentar intermediar os problemas do PNG, mas não obtivemos sucesso.

Por fim quando faltava 1 hora para terminar o evento decidi abandonar a ideia de gerar o vídeo e fiquei focado em criar uma versão mais simples usando o plugin cycle do jQuery para conseguir 'simular' o vídeo. O cycle deu certo porém não conseguimos gerar nenhum vídeo no ambiente servidor.

Os problemas do ambiente da programação são normais. Temos que aprender a lidar com eles. Sobreviver a eles. Encontrar alternativas para não travar no ciclo virtuoso de desenvolvimento. Logo precisamos ser persistentes e tomar decisões rápidas quando os problemas começam a persistir mais tempo do que esperávamos gastar em certas tarefas. Por fim conseguimos visualizar mas não gerar o conteúdo.

Fiquei chateado com a situação dos vídeos pois me empenhei uma boa parte do domingo implantando um worker com o resque para gerarem os vídeos em background mas o conversor não funcionou.

De qualquer forma vamos dar sequencia neste projeto e iremos corrigir o caso. Por hora, na competição vamos participar com a versão que apenas faz o ciclo que merge as fotos linearmente.

Fizemos o último deploy da aplicação uns 7 minutos antes do horário oficial terminar.


blog comments powered by Disqus
Compartilhar → Twitter Facebook Google+


Olá, sou o Jônatas Davi Paganini e esse é meu blog. Sou programador, tenho alguns projetos no github e escrevo livremente aqui no ideia.me.

Veja minhas talks ou conecte-se via twitter / github / instagram / facebook / linkedin / soundcloud / strava / meetup.