O meu filho Lorenzo está numa fase linda de muitas perguntas engraçadas, esquisitas e tudo mais. Sempre me deparo com as mais diversas perguntas e resolvi anotar algumas para ir registrando pois provavelmente não lembrarei nem da metade daqui uns anos.

Fico pensativo sobre suas perguntas pois muitas vezes fazem total sentido e outras vezes não sei como ele conseguiu pensar naquilo :)

Selecionei algumas que anotei e resolvi compartilhar. As perguntas do Lorenzo:

O que's

Ele assiste os desenhos e capta muitas palavras no ar. Então sempre pergunta sobre tudo:

Os porque's

Algumas que só entendi depois de assistir uns desenhos com ele

Por que helicóptero não vira submarino? Por que helicóptero não vai embaixo da água?

Tem um desenho que ele assiste que um submarino vira helicóptero

Ele assiste o Ruca então é tudo português de portugal e o Ruca usa camisola. Então ele queria usar camisola também. Expliquei pra ele que camisola era pijama e ele entendeu :)

Como que...

E como responder a essas perguntas?

Sempre é um desafio ensinar e ser simplista, conseguindo dar uma resposta para o nível de compreensão da sua idade. Não vale a pena entrar em conflito e tentar explicar algo complexo ou mesmo difícil.

Quando vou dar uma resposta sempre tenho que lembrar: "ele tem 3 anos" e preciso conversar no vocabulário dele.

Apesar dele entender muito bem a maioria das coisas até mais difíceis que estamos falando, sempre tentamos manter a simplicidade para evitar confusões com o excesso de informações. Pois falar muito com criança não dá tanto resultado. Eles escutam quando querem.

Esses dias rolou a seguinte conversa lá em casa:

j = jonatas
l = lorenzo
t = tania

Estavamos para sair para praia e o Lorenzo tava ansioso para ver o mar.

j: tânia onde está o protetor solar? que vou passar na tatuagem....
t: lá em cima do balcão...
l: pai, vai tomar no cú que tu vai passar o protetor solar na tatuagem?
j: Lorenzo o que você disse?
j: Por que você mandou o pai tomar no cu?
j: Você sabe o que quer dizer isso?
l: ...
j: Se você não sabe você não pode falar.
j: isso é uma palavra feia e de gente grande e você não sabe o significado.
l: ...
j: Quando você crescer e aprender pode escolher se quer falar ou não mas enquanto você é pequeno têm que falar coisas de criança

Papo encerrado. Ele nunca mais falou no assunto. E também sabe outros palavrões mas não fala pois sabe que não é a sua hora.

Estamos ao máximo tentando evitar falar na frente dele mas sempre existem outros meios então como pais conscientes precisamos instruir, conversar e jogar aberto sobre qualquer assunto.

Não existem atitudes ideais, precisamos improvisar, melhorar e sentir o feedback deles o tempo todo. A experiência de ser pai é isso: exige aprender, ensinar, ter paciência e jogar limpo. Sem dogmas.

Ter filho pra mim superou todas as experiência de vida anteriores. Ensinam o que é o amor e relembram a reflexão de por que estamos aqui.

E afinal, por que estamos aqui?


blog comments powered by Disqus
Compartilhar → Twitter Facebook Google+


Olá, sou o Jônatas Davi Paganini e esse é meu blog. Sou programador, tenho alguns projetos no github e escrevo livremente aqui no ideia.me.

Veja minhas talks ou conecte-se via twitter / github / instagram / facebook / linkedin / soundcloud / strava / meetup.