Seguindo a linha de raciocíonio do post anterior, tenho pensado muito em oque escrever e postar e é realmente pensar em quantos tipos de pessoas diferentes caem no meu site pelas suas diversas postagens. Me sinto totalmente indignado de um dos posts mais acessados são as respostas de umas questões de gerências de projetos que são acessados por um bando de alunos desinteressados googlando a respeito.

Mais ou melhor ?

Durante os posts de 2012, tenho tomado uma decisão de não demorar mais de 3 dias para publicar e percebi que isso fez com que conseguisse escrever mais pequenos fragmentos do que tentar escrever super artigos/tutoriais. Sinto que a internet está densa de conteúdos e opiniões e preciso apenas compartilhar a minha opinião, pensamento, linha de raciocínio de forma que eu não quero ficar copiando coisas da internet para replicar aqui.

Claro que as vezes vai uns 3 ou 4 parágrafos para mostrar toda convicção mas o objetivo não é criar textos volumosos e chatos.

Seguir em português?

Tenho pensado muito se vou seguir escrevendo apenas em português pois gostaria muito que muitos outras pessoas que não vão aprender português lessem meus posts. Este ainda é um grande dilema, pois muita gente do Brasil precisa de gente especializada aqui, e escrevendo em português é uma bela maneira de ser visto e lembrado :D. Por outro lado, como mão de obra qualificada, sei que essa habilidade conta muito e utilizo ela diariamente.

Do abstrato ao específico

Sempre penso: Não, definitivamente meu objetivo não é escrever tutoriais. Mas sei que existem novidades que exigem apresentar uma série de coisas que quebrando em pequenos passos podem tornar o conhecimento muito mais claro. Quero muito pensar orientado a modelos de forma que consiga extrair e enxugar ao máximo o conteúdo que quero passar.

Também pretendo utilizar mais mapas mentais e outros rabiscos do que ficar tentando criar uma série de explicações que acredito muito serem fácilmente percebidas em poucas palavras. Por exemplo, eu pensei sobre este texto/situação do site enquanto fiz a seguinte nota:

nota

De alguma forma quero apresentar mais sinopses em modelos do que me dedicar fundo em cada detalhe do conteúdo. Gosto de ambos, mas acredito que esta abordagem irá diminuir o bounce rate do site. Sinto que cada dia mais as pessoas estão preguiçosas, e não querem ler e nem querem pensar. Longos posts podem ser encarados como textos volumosos ou serem abandonados por falta de tempo.

Quem é o público?

Esta é a dúvida que provém de todos os itens anteriores, pois durante os 2 últimos anos tenho trabalhado exclusivamente com automação de estratégias no mercado financeiro e tive muitas experiências que posso estar compartilhando. Até onde escrevi aqui no blog anteriormente, foi sobre experiências com Ruby e Web em geral e por isso acredito que o maior público sejam programadores da web, que trabalham com Ruby, mas pretendo mudar isso.

Pretendo falar mais sobre minhas experiências reais com automação de trade system. Esta é uma área pouco divulgada aqui no Brasil e com poucos interessados. O mercado financeiro em si ainda é um público muito restrito e acredito que sou um dos pioneiros em rodar estratégias na plataforma Marketcetera aqui na BMF&Bovespa.

O que eu realmente quero mostrar?

Hoje meu maior objetivo em manter-me postando é ser lembrado como um programador que está trabalhando e está vivo :D. Reflito diariamente sobre meu ciclo de trabalho e tantas coisas que admiro, queimo neurônios, bato a cabeça. Tenho sentido que o melhor de tudo tem sido aquelas coisas que eu realmente consegui identificar e mudar. Pois foi a mudança que me trouxe a melhoria, e tudo que é melhor no trabalho é melhor na qualidade de vida.


blog comments powered by Disqus
Compartilhar → Twitter Facebook Google+


Olá, sou o Jônatas Davi Paganini e esse é meu blog. Sou programador, tenho alguns projetos no github e escrevo livremente aqui no ideia.me.

Veja minhas talks ou conecte-se via twitter / github / instagram / facebook / linkedin / soundcloud / strava / meetup.