Existe uma gama de comandos muito forte para se tornar mais ágil no linux e também no msysgit e eu me sinto feliz em compartilhar aqui meus preferidos:

Localiza arquivos do HD rápidamente. Se o arquivo foi criado recentemente talvez você tenha que usar o comando sudo updatedb para encontrar o arquivo.

jonatas@jonatax:~/ideia.me$ locate rubygems.rb
/home/jonatas/.rvm/gems/jruby-1.6.5.1/gems/rubygems-update-1.8.15/lib/gauntlet\_rubygems.rb
/home/jonatas/.rvm/gems/jruby-1.6.5.1/gems/rubygems-update-1.8.15/lib/rubygems.rb
/home/jonatas/.rvm/repos/rbx/lib/rubygems.rb
/home/jonatas/.rvm/rubies/jruby-1.6.5.1/lib/ruby/site\_ruby/1.8/gauntlet\_rubygems.rb
/home/jonatas/.rvm/rubies/jruby-1.6.5.1/lib/ruby/site\_ruby/1.8/rubygems.rb
/home/jonatas/.rvm/rubies/ruby-1.8.7-p357/lib/ruby/site\_ruby/1.8/gauntlet\_rubygems.rb
/home/jonatas/.rvm/rubies/ruby-1.8.7-p357/lib/ruby/site\_ruby/1.8/rubygems.rb
/home/jonatas/.rvm/rubies/ruby-1.9.2-p290/lib/ruby/1.9.1/rubygems.rb
/home/jonatas/.rvm/rubies/ruby-1.9.2-p290/lib/ruby/site\_ruby/1.9.1/gauntlet\_rubygems.rb
/home/jonatas/.rvm/rubies/ruby-1.9.2-p290/lib/ruby/site\_ruby/1.9.1/rubygems.rb
/home/jonatas/.rvm/rubies/ruby-1.9.2-rc2/lib/ruby/1.9.1/rubygems.rb
/home/jonatas/.rvm/rubies/ruby-1.9.2-rc2/lib/ruby/site\_ruby/1.9.1/gauntlet\_rubygems.rb
/home/jonatas/.rvm/rubies/ruby-1.9.2-rc2/lib/ruby/site\_ruby/1.9.1/rubygems.rb
/home/jonatas/.rvm/src/jruby-1.6.5.1/lib/ruby/site\_ruby/1.8/gauntlet\_rubygems.rb
/home/jonatas/.rvm/src/jruby-1.6.5.1/lib/ruby/site\_ruby/1.8/rubygems.rb
/home/jonatas/.rvm/src/rbx-head/lib/rubygems.rb
/home/jonatas/.rvm/src/ruby-1.9.2-p290/lib/rubygems.rb
/home/jonatas/.rvm/src/ruby-1.9.2-rc2/lib/rubygems.rb
/home/jonatas/.rvm/src/rubygems-1.8.15/lib/gauntlet\_rubygems.rb
/home/jonatas/.rvm/src/rubygems-1.8.15/lib/rubygems.rb
/usr/lib/jruby/lib/ruby/gems/1.8/gems/rubygems-update-1.8.15/lib/gauntlet\_rubygems.rb
/usr/lib/jruby/lib/ruby/gems/1.8/gems/rubygems-update-1.8.15/lib/rubygems.rb
/usr/lib/jruby/lib/ruby/site\_ruby/1.8/gauntlet\_rubygems.rb
/usr/lib/jruby/lib/ruby/site\_ruby/1.8/rubygems.rb
/usr/lib/ruby/1.8/gauntlet\_rubygems.rb
/usr/lib/ruby/1.8/rubygems.rb
/usr/lib/ruby/1.9.1/rubygems.rb
jonatas@jonatax:~/ideia.me$ 

grep

Filtra por uma expressão regular de diversas formas, eu geral uso comando grep -r e | grep para duas situações distintas. O exemplo abaixo usa o mesmo exemplo do locate acima, mas e filtrando novamente apenas por "jruby".

jonatas@jonatax:~/ideia.me$ locate rubygems.rb | grep jruby
/home/jonatas/.rvm/gems/jruby-1.6.5.1/gems/rubygems-update-1.8.15/lib/gauntlet\_rubygems.rb
/home/jonatas/.rvm/gems/jruby-1.6.5.1/gems/rubygems-update-1.8.15/lib/rubygems.rb
/home/jonatas/.rvm/rubies/jruby-1.6.5.1/lib/ruby/site\_ruby/1.8/gauntlet\_rubygems.rb
/home/jonatas/.rvm/rubies/jruby-1.6.5.1/lib/ruby/site\_ruby/1.8/rubygems.rb
/home/jonatas/.rvm/src/jruby-1.6.5.1/lib/ruby/site\_ruby/1.8/gauntlet\_rubygems.rb
/home/jonatas/.rvm/src/jruby-1.6.5.1/lib/ruby/site\_ruby/1.8/rubygems.rb
/usr/lib/jruby/lib/ruby/gems/1.8/gems/rubygems-update-1.8.15/lib/gauntlet\_rubygems.rb
/usr/lib/jruby/lib/ruby/gems/1.8/gems/rubygems-update-1.8.15/lib/rubygems.rb
/usr/lib/jruby/lib/ruby/site\_ruby/1.8/gauntlet\_rubygems.rb
/usr/lib/jruby/lib/ruby/site\_ruby/1.8/rubygems.rb

Buscando

Outra maneira que utilizo bastante é para procurar por texto dentro de arquivos. Por exemplo, digamos que estou procurando pela palavra "éia" que vem de ideia e assembleia e que agora perdeu o acento nas novas normas. Como quero corrigir meu site preciso pesquisar por esta expressão:

jonatas@jonatax:~/ideia.me$ grep éia _posts/*
_posts/2010-02-01-portfolio.markdown:O meu portfólio, está ligado a todos os trabalhos que venho realizando e gostei muito da idéia de compartilhar e mante-lo aqui.
_posts/2010-02-14-estorias-bonitas-vs-testes-unitarios.markdown:Após ter saído da Leosoft, dia 11 voltei lá pela primeira vez, e foi para se reunir com o pessoal e fazermos um [coding dojo][coding-dojo] sobre TDD e BDD. Seguindo a idéia da [url anterior][coding-dojo], como exemplo para o evento, usamos um problema que implica em converter uma sintaxe de sql do Access para o padrão do Postgresql.
_posts/2010-02-23-regexp-maravilha.markdown:Nesta idéia, foi simples de converter todos os códigos Oracle que havia diferença de sintaxe usando um Hash de casos:

tail

Exibe o final de um arquivo e é muito interessante para inspecionar logs. Gosto do tail pois é possível observar mais de um arquivo no mesmo comando, por exemplo, as vezes estou testando algo e utilizo o thin como servidor. Logo o standard output ($stdout) está configurado para receber o arquivo thin.log e estou em observação de mais de um arquivo.

tail -n 200 -f log/development.log log/thin.log

Sempre uso -n 200 para ver as últimas 200 linhas de ambos arquivos.

alias

Sempre esqueço todos os atalhos que tenho no terminal, então o alias é um ótimo comando para retornar todos os atalhos que você tem. Eu gostaria de saber como faz pra retornar o nome das funções que criamos, se alguém souber :D

jonatas@jonatax:~/$ alias
alias egrep='egrep --color=auto'
alias fgrep='fgrep --color=auto'
alias java\_change='sudo update-alternatives --config java'
alias l='ls -CF'
alias la='ls -A'
alias ll='ls -alF'
alias ls='ls --color=auto'
alias rvm-restart='rvm\_reload\_flag=1 source '\''/home/jonatas/.rvm/scripts/rvm'\'''
alias trab='cd ~/photon/workspace/ActiveScripts/'

` ` ou $()

Já tinha escrito outro post com este comando mas é muito bacana e aqui segue a ideia. Quando preciso fazer uma combinação de comandos e preciso usar o resultado em outra expressão, logo é possível concatenar os resultados com $(). Por exemplo fiz um locate e agora quero buscar apenas dentro do meu diretório. Para pegar o diretório atual, é necessário utilizar o comando pwd, mas naturalmente utilizado após o grep ele se torna a palavra, logo um sub-terminal resolve o problema.

locate myFile | grep $(pwd)

ou

locate myFile | grep pwd

Conclusões

A vida no terminal é muito mais que um canivete suiço e você só consegue ter agilidade quando se acostumar com as opções e optar por utilizá-las ao invés de pegar o mouse e partir para uma ferramenta mais visuais.

Escrevo este post inspirado em um freelancer que estamos desenvolvendo na Leosoft, em que estamos codificando tudo diretamente em um Ubuntu Server sem interface gráfica lá da Leosoft, e simplesmente, não senti falta de nada. Conseguimos realizar o desenvolvimento de todas as funcionalidades sem intervenção de uma interface gráfica e estamos apenas usando ssh e usando o VIM como editor.


blog comments powered by Disqus
Compartilhar → Twitter Facebook Google+


Olá, sou o Jônatas Davi Paganini e esse é meu blog. Sou programador, tenho alguns projetos no github e escrevo livremente aqui no ideia.me.

Veja minhas talks ou conecte-se via twitter / github / instagram / facebook / linkedin / soundcloud / strava / meetup.