Hoje, após mais de 15 meses retomei às aulas de inglês. Apesar de estar pensando bastante em inglês sei que não estou praticando suficiente para falar. Como minha rotina não tem imposto nada do gênero não tenho falado muito. Apesar de estar ligado em muitos screencasts e materiais em inglês percebo que a iteração é completamente diferente. Quando parte do princípio de falar e pensar em uma outra língua muda totalmente a forma de pensar.

Tenho percebido que a minha estrutura mental para raciocinar em inglês têm se adaptado rapidamente para novas situações e isso é muito legal pois este é o momento em que eu deixei de traduzir tudo e simplesmente estou aprendendo inglês em inglês.

Outro aspecto que também tem ajudado a me aprofundar nesta linguagem é escrever as funcionalidades e especificações dos programas em inglês. Sabendo que a maior parte dos softwares são codificados assim eu apenas estou fazendo minha parte de seguir o padrão/tendência.

Percebi que baixar os frameworks e ler seus códigos em inglês assim como codificar aumentam brutalmente a velocidade de aprendizado. Aprender rápido é algo que todo mundo busca, então têm que buscar as formas que o cérebro têm mais interesse.

O meu cérebro gosta de:

Se torna muito mais simples eu pegar uma novidade de tecnologia e aprender tudo em inglês. Unindo as coisas que eu gosto com uma língua que estou aprendendo. O trabalho pode ser um pouco mais árduo mas dá uma satisfação em tanto!


blog comments powered by Disqus
Compartilhar → Twitter Facebook Google+


Olá, sou o Jônatas Davi Paganini e esse é meu blog. Sou programador, tenho alguns projetos no github e escrevo livremente aqui no ideia.me.

Veja minhas talks ou conecte-se via twitter / github / instagram / facebook / linkedin / soundcloud / strava / meetup.