O fish shell é uma linha de comando como shell ou zsh.

A um tempo conheci e estou gostando bastante da experiência. Finalmente um terminal que traz um pouco mais de experiência com o usuário.

Você pode usar o apt-get install fish ou brew install fish para instalar no seu sistema operacional preferido.

Para rodar é só digitar fish.

Fish é como um shell convencional. Têm poucas diferenças de sintaxe e também é um pouco mais inteligente em alguns aspectos de sugestões e auto completar.

O Tutorial original é muito bom e vou mostrar as coisas que mais gostei até agora:

Auto sugestões

As sugestões quando está digitando podem ser aplicadas com TAB + ENTER ou CTRL-F para atacar a primeira. Com tab você pode navegar nas sugestões.

Variáveis

Ao invés de usar export para variáveis de ambiente, no fish usa-se set <opcoes> nome_variavel valor_variavel

set -U EDITOR vim

Cadê o .bashrc?

As funções auto-carregáveis ficam no diretório ~/.config/fish/config.fish.

Então lá você pode fazer aquela alteração marota do seu PATH para adicionar outros diretórios com seus binários favoritos :)

set PATH $PATH:$GOPATH/bin

Ou carregar outros arquivos fish que sejam interessantes:

. $fish_path/oh-my-fish.fish

Ou seu tema favorito:

Theme 'robbyrussell'

Ou plugins do fish:

Plugin 'theme'

Funções

As funções são altamente utilizadas no fish. Tanto que até existem alias mas é fortemente aconselhado usar funções ao invés de alias.

Por exemplo, em fish não existe a variável $PS1 que é utilizada para exportar a linha default do prompt. Para isso implementa uma função chamada fish_prompt.

Veja no asciicast abaixo eu substituindo a linha padrão do terminal:

Fisherman

Eu estou curtindo muito usar o fisherman.sh. Um gerenciador de pacotes fish, permite você instalar plugins para o fish e criar seus próprios.

curl -sL get.fisherman.sh | fish

Com o fisherman você terá um comando fisher que permite instalar coisas legais :)

fisher install flash

Têm varios plugins legais para instalar e para usar seus próprios plugins é só passar sua URL do git onde está o code ou o arquivo local e o fisher também instala.

Veja o projeto fisherman no github.

fish_config

Essa é uma das partes mais "mágicas" do fish by default.

O fish cria um servidor web para você customizar a interface dele.

Digite fish_config em um terminal fish e ele vai abrir o browser pra você configurar os detalhes do seu terminal.


blog comments powered by Disqus
Compartilhar → Twitter Facebook Google+


Olá, sou o Jônatas Davi Paganini e esse é meu blog. Sou programador, tenho alguns projetos no github e escrevo livremente aqui no ideia.me.

Veja minhas talks ou conecte-se via twitter / github / instagram / facebook / linkedin / soundcloud / strava / meetup.